Puta autobiografia - Lourdes Barreto

Código: 9786580162116 Marca:
R$ 84,90 R$ 64,90
ou R$ 61,66 via Pix
Comprar Estoque: Disponível
  • R$ 61,66 Pix
  • R$ 64,90 Boleto Bancário
  • R$ 64,90 Pagali Cartão
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Sinopse:


por Lourdes Barreto (Autora)

E tinha a meia que modelava as pernas. A primeira coisa que a gente tirava no quarto era o sapato, depois a meia, o vestido, o corpete, a cinta-liga e, por último, a calcinha. Por isso que eu digo: eu tenho uma prática. Foi dentro da prostituição que aprendi a ser mulher, que identifiquei a minha sexualidade e lutei para exercer o trabalho sexual como uma profissão. Eu sei o que é ser mulher, sei o que é isso de dentro da comunidade. Só que eu sempre peitei a sociedade com essa palavra Puta.

Tem toda uma história que as pessoas acreditam, mas a gente só pode falar do que a gente vive. Eu me vi fazendo isso, não me vi fazendo outra coisa. Dei prazer pra toda uma sociedade, não tenho como negar isso. Uma sociedade que por vezes não tem memória. Muita luta construir tudo isso, não é uma coisa de hoje. Nada foi de graça. Minha história de vida e história de luta são um corpo só. Muita onda! Eu falo sem parar essas histórias pra lembrar à sociedade que nossa existência tem um sentido. E que falar é como andar, cansa. Mas é preciso. Falar é escrever a nossa história. Por isso escrevo esta autobiografia, é a Lourdes contando a história dela. Será que eu existo?

Por Soraya Silveira Simões

Em sua autobiografia, onda a onda, Lourdes nos oferece uma espécie de romance de formação feminino e feminista, espontâneo e engajado, contemporâneo e atemporal, tudo ao mesmo tempo. Observa a transformação das cidades. Lourdes atravessa os tempos quebrando patentes e paradigmas, tatuando em seu corpo o maior enunciado de si: “Eu sou Puta”.

As falas de Lourdes, com toda plenitude de seu estilo narrativo, são cuidadosamente colocadas em diálogo com outras vozes que também construíram sentidos e formaram novos olhares sobre a prostituição. Em um trabalho amoroso e de profundo reconhecimento, deixam o leitor entrever as qualidades da protagonista em seus múltiplos papéis: cidadã, ativista, companheira, narradora, mas, também, cuidadora de memórias, as memórias de seus movimentos junto ao movimento de inúmeras outras mulheres, “putas que cobram e que não cobram” – como Lourdes gosta de chamar as mulheres que lutam por um mundo mais fraterno. Banhadas nas ondas de Lourdes, Leila Barreto e Elaine Bortolanza reiteram, na curadoria deste trabalho, que o afeto é condição para o aprendizado da vida. E que compartilhar essa sabedoria é uma exigência da puta luta.

Sobre a autora

Lourdes Barreto é natural da Paraíba, mas escolheu Belém do Pará para morar há mais de 60 anos. Fundou com Gabriela Leite a Rede Brasileira de Prostitutas - RBP, primeiro movimento em rede das trabalhadoras sexuais da América Latina, cujo marco é o I Encontro Nacional "Fala, Mulher da Vida" realizado no Rio de Janeiro em 1987. É uma das fundadoras do Movimento de Promoção da Mulher - MOPROM e em 1990 criou o Grupo de Mulheres Prostitutas do Estado do Pará – GEMPAC. Foi representante por notório saber em gênero e por sua atuação na promoção e defesa dos direitos das mulheres do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher – CNDM no triênio 2018-2021. Integra a Plataforma Latino Americana de Pessoas que Exercem Trabalho Sexual - PLAPERTS e a Rede Mundial de Trabalhadores Sexuais - NSWP. Está entre as 100 pessoas que iniciaram o programa de Aids no Brasil e contribuíram para a construção do Sistema Único de Saúde – SUS.

Com mais de 50 anos de prostituição e 35 anos na luta pelos direitos das mulheres, especialmente as que exercem o trabalho sexual, Lourdes completou 80 anos no dia 22 de janeiro de 2023, com samba enredo em sua homenagem da Escola de Samba Piratas da Batucada. Lançou em fevereiro desse mesmo ano a 1a edição da sua Puta Autobiografia no Theatro da Paz. Junto com a autobiografia entregou ao mundo pílulas do filme Ondas de Lourdes, em fase de produção e captação de recursos.

"Eu sou puta" e “Vagina tem poder” tatuados no seu braço esquerdo são enunciados da sua luta e história no corpo.


Prerefe eBook? Compre aqui!

_______________________

EDITORA: Tainã Bispo
CURADORIA E ORGANIZAÇÃO: Elaine Bortolanza e Leila Barreto
COORDENAÇÃO EDITORIAL: Juliana Cury | Algo Novo Editorial
REVISÃO: Cecília Castro
DIAGRAMAÇÃO E CAPA: Vanessa Lima
FOTO DE CAPA: Alexandre Nunis

 

Especificação:
Autor: Lourdes Barreto
Editora: Claraboia
Genero: Não ficção
Formato: 23 x 15,5
Páginas: 246
ISBN: 9786580162116
Peso: 0.3

R$ 84,90 R$ 64,90
ou R$ 61,66 via Pix
Comprar Estoque: Disponível
Sobre a loja

A editora Claraboia se reserva o direito de atender, através de seu site, apenas vendas no varejo destinadas a Pessoa Física. Para vendas no atacado, entre em contato com o email contato@editoraclaraboia.com.br. Todas as imagens dos produtos são meramente ilustrativas.

Pague com
  • Pagali
  • Pix
Selos
  • Site Seguro

CLARABOIA EDITORA LTDA - CNPJ: 17.904.580/0001-44 © Todos os direitos reservados. 2024


Para continuar, informe seu e-mail

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade